O BLOG | THE BLOG

Prezado leitor,

Olá! Este blog coloca ao acesso de todos a extensa pesquisa empreendida pelo autor desde o ano 2000 no intuito de publicar seu primeiro trabalho editorial, O RIO QUE O RIO NÃO VÊ – OS SÍMBOLOS E SEUS SIGNIFICADOS NA ARQUITETURA CIVIL DO CENTRO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, lançado em abril de 2012 pela Aori Produções Culturais.

Como o nome do livro sugere, o blog se baseia, principalmente, na prática arquitetônica vigente no Brasil, em princípios do início do Século XX, de dotar os imóveis de um programa iconográfico capaz de conferir-lhes uma identidade ideológica a partir da simples observação de sua fachada. A pesquisa para o livro classificou quase 1000 desses ornamentos presentes nas diferentes fachadas do Centro da cidade e adjacências.

Em cada postagem o autor procura fornecer dados acerca do projeto do imóvel, bem como dos ornamentos envolvidos, seus usos originais e atuais. A pesquisa tentou, sempre que possível, lançar alguma luz sobre os nomes dos responsáveis pela execução dos projetos e dos ornamentistas da fachada. Nesse sentido, é valiosa qualquer informação sobre esses profissionais pioneiros.

Apóie, comente, critique, vaie, dê sugestões, elogie até. Divulgue, se possível. Mas participe, sobretudo. Um blog sem comentários não é um blog.

Um abraço cordial e boa leitura,

Luiz Eugenio Teixeira Leite

 

_____

 

Dear reader,

Hi! This blog gives everyone access to the wide research carried out by the author since 2000 in the pursuit of publishing his first book, O RIO QUE O RIO NÃO VÊ – OS SÍMBOLOS E SEUS SIGNIFICADOS NA ARQUITETURA CIVIL DO CENTRO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO (RIO THAT RIO DOESN´T SEE – THE SYMBOLS AND THEIR MEANINGS IN DOWNTOWN RIO DE JANEIRO´S CIVIL ARCHITECTURE), published in april 2012 by Aori Produções Culturais.

As the book title suggests, the blog is based mainly on the architectonical practice that ruled during the first decades of the 20th Century in Brazil, providing the buildings with an iconographic programme able to grant them an ideological identity from the simple observation of their façades´ ornament set. The research has already compiled almost 1000 of these ornaments present in the many Downtown Rio façades.

In each post the author seeks to provide information about the building´s project, its original and present uses, as well as the involved ornaments. The research goal is to elucidate, whenever possible, the names of architects, constructors and ornament artists. Any contribution about this pioneers, therefore, is greatly valuable.

Support, comment, criticize, boo, give suggestions, even compliment. Spread if possible. Participate, especially. A blog without comments is not a blog.

A cordial hug and a good reading,

Luiz Eugenio Teixeira Leite

Anúncios

16 Comentários

  1. Sheila Castello · · Responder

    Luiz Eugenio parabéns pela iniciativa, qualidade e desprendimento. Onde encontramos o livro ?
    Obrigada pelo lindíssimo trabalho.

    Curtir

    1. Obrigado, Sheila, pelas palavras de incentivo. O livro pode ser encontrado, também pela Internet, nas livrarias Leonardo da Vinci, da Travessa, Saraiva, Siciliano, Fnac e outras. Boa leitura! Um abraço do Luiz Eugenio

      Curtir

  2. Thomaz Cochrane · · Responder

    Parabéns pela iniciativa e pela concretização do projeto.
    O blog será tão apreciado quanto o excelente livro.
    Tudo de bom!

    Curtir

    1. Valeu, querido Thomaz!

      Curtir

  3. Sheila Castello · · Responder

    Obrigada!!!!!!

    Curtir

  4. Salve Luiz Eugenio !

    Depois do belíssimo livro, este complementar ( e necessário ) blog.
    Parabéns !
    E obrigado.
    Um grande abraço,

    Euro

    Curtir

  5. Há coisas,realmente, bonitas e interessantes

    Curtir

  6. Alexandre Zero · · Responder

    Essas são as vantagens da tecnologia… O blog complementa as informações do livro com perfeição, e você sabe usá-lo muito bem.
    Ou seja: o livro é ótimo, o blog complementa, o belo passeio concretiza e o conjunto da obra é 1.000!
    Parabéns e obrigado, Luiz Eugenio!

    Abraço forte,
    Zero

    Curtir

  7. Me chamocristinaruchti moro no rio e na suissa .obrigado pour fazer esse livro maravilloso que nos mostra a arquitetura do nosso Rio .antes caminhava pelo Rio sei saber o que era uma alegoria , uma coluna , uma colunatra ate que no meu curso de guia de turismo aprendir a ver a beleza dos predios e casa do século passado .Agradesço au professor Ruberli Angelo pour me mostrar o mundo de outra maneira e em cada Pais que eu viajei Pris ,Roma suisse.grescia rescife .veneza meus ollos eram muito aberto para a beleza de uma pinacolo de umacupula e tantas coisas maravilloza. Muito obrigado pour esse site.cristinaruchti.

    Curtir

  8. Marcia Ramos · · Responder

    Amei, nem a chuva segura o povo, todas as boas exposições do Rio tem estado a cara do carioca, mostrando que a cidade ama cultura e, não é só praia e carnaval.

    POr favor mande tambem o catalogo para museu da Mare, acervo da biblioteca e quem sabe até lançar uma exposição no Museu, pois a cultura não tem fronteiras e estreita laços.

    Curtir

  9. Aparecida Ventura · · Responder

    Parabéns pelo trabalho. Seu livro atinge o objetivo. Desperta em nós o desejo de visitar cada local. E nos enriquece fazendo a leitura arquitetônica a céu aberto. forte abraço e muito sucesso!!! Aparecida

    Curtir

    1. Muito obrigado, Aparecida! Ensinar e divulgar, são mesmo esses os meus objetivos. Um abração do Luiz Eugenio

      Curtir

  10. Regina Carvalho · · Responder

    Pesquisando a figura da janela central do Museu da Republica no Catete encontrei este site e este blog e estou totalmente encantada com o trabalho. Vou adquirir o livro e desenvolver um trabalho semelhante no meu curso de fotografia que iniciei este mês. Parabéns! Caso o autor tenha alguma informação das figuras presentes que possa me passar, estaria desde já agradecida. Sei que uma delas, à esquerda, trata-se de Mercúrio, deus do comercio. Já a figura ao seu lado gostaria de saber. abraços.

    Curtir

    1. Prezada Regina,
      Boa tarde, obrigado pelo elogio e desculpa pela demora na resposta! Há tempos estou querendo fazer uma postagem detalhada sobre a fachada do Palácio da República, e acho que teu interesse vai me animar! Quanto ao belíssimo baixo-relevo a que te referes, acima da janela do segundo pavimento, sobre a porta principal, riquíssimo em simbologia, ele traz as alegorias do Comércio e da Agricultura. O primeiro, como notaste, simbolizado pelo deus Mercúrio, seu inconfundível capacete alado, mercadorias e até um saco de dinheiro; e a Agricultura simbolizada pela deusa romana Ceres, portando uma foice à mão direita, a cornucópia, símbolo da abundância, à esquerda, e a cabeleira decorada com louros e trigo, o cereal clássico por excelência. (Repare que a palavra cereal deriva do nome da deusa). O palácio, como você sabe, pertenceu a Antonio Clemente Pinto, Barão de Nova Friburgo, que o encomendou em 1858 ao arquiteto alemão Carl Friedrich Gustav Waehneldt.
      Um abração,
      Luiz Eugenio

      Curtir

  11. marcelo obraczka · · Responder

    grande Eugênio, o livro dispensa maiores comentários, assim como a sua pessoa…gostaria de escolher/adquirir um poster para emoldurar e colocar em local de destaque na minha residência.
    Isso é possível?
    grande abraço
    czka

    Curtir

  12. Doris Baptista · · Responder

    Bom dia … Caro Luiz Eugênio … Sou aluna da professora Karla … ela nos falou sobre seu trabalho … Estou fazendo uma pesquisa sobre as igrejas Ordem Terceira do Carmo e Antiga Sé … vc poderia me fornecer informações sobre as fachadas dessas igrejas ? Alguma curiosidade ? Muito grata …

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: