O RIO DE TODOS OS SANTOS: SÃO JORGE!

Igreja de São Gonçalo Garcia e São Jorge, na esquina da Rua da Alfândega com a Praça da República. (Foto de Halley Pacheco de Oliveira)

Igreja de São Gonçalo Garcia e São Jorge, na esquina da Rua da Alfândega com a Praça da República. (Foto de Halley Pacheco de Oliveira)

Olá, amigos! De uns tempos para cá venho catalogando as referências aos santos católicos nos conjuntos de azulejos de residências – de proprietários portugueses, na grande maioria dos casos – da Zona Norte Carioca. Em algum momento pretendo, quando a “coleção” aumentar, publicá-los aqui.

Enquanto isso, e aproveitando a aproximação do dia 23 de abril – feriado no Rio de Janeiro em louvor a um de seus santos mais populares, São Jorge – faço hoje uma singela homenagem a esse santo militar, Padroeiro da Inglaterra, com a foto de um pequenino painel de quatro azulejos que repousa no frontão da casa número 59 da Rua Piranga, no Meier.

Antes, porém, um pouquinho para o santo.

Como afirmei acima, São Jorge – Ogum, para os íntimos da Umbanda -, nascido na Capadócia[1] no século III, é um dos santos de maior devoção no coração do carioca. Sua festa atrai milhares de pessoas, que às primeiras horas da manhã do dia 23 de abril já se encontram de pé em frente aos templos dedicados ao orago[2].

E o que há para ver nesse pequenino conjunto de azulejos? A velha iconografia sempre representou o santo vestido em armadura militar, montado em seu cavalo branco e em pleno ato de matar com sua temível lança um dragão a expelir fogo.[3] Aqui, Jorge de Anícios[4] é assistido à distância pela Princesa Sabra, a quem a lenda medieval conta ter sido salva pelo cavaleiro da fúria do temível animal. Repare que o trabalho está assinado M. J. DE OLIVEIRA.

 

Rua PIranga, 59. Méier.

Rua Piranga, 59. Méier.

 

Em tempo: a ideia inicial era postar apenas um conjunto de azulejos, mas acabei não resistindo. Lá vão, abaixo, mais dois exemplos cariocas!

 

Rua Engenheiro Julião Castelo, 154, Méier.

Rua Engenheiro Julião Castelo, 154, Méier.

 

Rua Adriano, 176, Méier.

Rua Adriano, 176, Méier. Esta imagem, formada por 56 azulejos, está assinada CELINO. R. E. FRAZÃO DECORAÇÕES. AV. SALVADOR DE SÁ, 173 – GB.

 

Um abraço e bom feriado!

 

[1] Parte da atual Turquia.

[2] A Igreja de São Gonçalo Garcia e São Jorge, na esquina da Rua da Alfândega com a Praça da República, é o mais antigo templo em atividade da Venerável Confraria dos Gloriosos Mártires São Gonçalo Garcia e São Jorge, constituída em 1854 com a fusão das duas irmandades. O templo, erigido pelos devotos de São Gonçalo Garcia, data de 1758. Outra igreja que costuma receber milhares de fiéis nesse dia é a Igreja Matriz de São Jorge, na Rua Clarimundo de Mello, em Quintino. Também a Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro celebra no dia 23 de abril missas e procissão em homenagem ao santo.

[3] Jorge Campos Tavares, em seu Dicionário de Santos, explica que o dragão representa as forças do mal na tradição judaico-cristã, mas que São Jorge teria de fato enfrentado e vencido um poderoso animal – o auroque, uma espécie extinta de bisão europeu.

[4] Nome de batismo de São Jorge, que teria falecido no dia 23 de abril de 303.

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: